Resumo Sobre o Iluminismo

A liberdade de expressão, de pensamento, de opinião, e crença, nem sempre respeitadas hoje em dia teve início com um movimento global que ficou conhecido como Iluminismo. Foi consagrado ao final do século XVIII, e entrou para a história como o século das Luzes.

O Iluminismo preconizava uma nova era. Iluminada pela razão, ciência, e respeito pela humanidade, que até então vivia um período de séculos de obscurantismo e ignorância. Chamado de Idade da trevas, este período, era marcado pela opressão e o despotismo dos poderes monárquicos, e a pressão do Clero. E dominavam o poder político, economico e social. Dividiam suas benesses em detrimento da miséria e sofrimento do restante da humanidade.
Os iluministas desenvolveram ideias e atitudes que revolucionaram a vida em sociedade. Criticavam as arbitrariedades e o autoritarismo. E propunham uma nova organização social. Este conjunto de teorias e pensamentos tornou-se poderoso. Influenciou de forma decisiva os movimentos reformistas da Grã-Bretanha, as revoluções na França, cujos ideais eram de Liberdade, Igualdade, Fraternidade, e se estenderam a outros povos ocidentais como os Estados Unidos da América.

Dentre os homens que trabalharam para que hoje pudessemos usufrir, não tão plenamente como seria o ideal, dos bens universais de liberdade, igualdade e fraternidade, e buscar a verdade através da razão, podemos citar:

“- John Loke (1632-l704), acreditava que o homem adquiria conhecimento com o passar do tempo através do empirismo.
– Voltaire (1694-1778), defendia a liberdade de pensamento e não poupava crítica à intolerância religiosa.
– Jean-Jacques Rousseau (1712-1778), defendia a idéia de um estado democrático que garanta igualdade para todos.
– Montesquieu (1689-1755), defendeu a divisão do pode político em Legislativo, Executivo e Judiciário.
– Denis Diderot (1713-1784) e Jean Le Rond D’ Alembert (1717-1783), juntos organizaram uma enciclopédia que reunia conhecimentos e pensamentos filosóficos da época.
– Bento de Espinosa (1632-1672), defendeu principalmente a ética e o pensamento lógico.
– David Hume (1711-1776), foi um importante historiador e filósofo iluminista escocês. Refutou o princípio da casualidade e defendeu o livre-arbítrio e o ceticismo radical.
– Adam Smith (1723-1790), economista e filósofo inglês. Grande defensor do liberalismo econômico.
– Immanuel Kant (1724-1804), importante filósofo alemão, desenvolveu seus pensamentos nas áreas da epistemologia, ética e Metafísica.
– Benjamin Constant (1767-1830), escritor, filósofo e político francês de origem suíça. Defendeu, principalmente, ideais de liberdade individual.” (Fonte: sua pesquisa.com).

Deixe um comentário

Preencha os seus dados abaixo ou clique em um ícone para log in:

Logotipo do WordPress.com

Você está comentando utilizando sua conta WordPress.com. Sair /  Alterar )

Foto do Google

Você está comentando utilizando sua conta Google. Sair /  Alterar )

Imagem do Twitter

Você está comentando utilizando sua conta Twitter. Sair /  Alterar )

Foto do Facebook

Você está comentando utilizando sua conta Facebook. Sair /  Alterar )

Conectando a %s

%d blogueiros gostam disto: